Pesquisadores na área experimental de ILPF 

É possível integrar lavoura, pecuária e floresta em outros países da América do Sul? Essa foi a resposta que sete pesquisadores de países vizinhos vieram buscar em visita à Embrapa Cerrados. 

No último dia 21, pesquisadores do Instituto Nacional de Innovación Agraria (Inia), do Peru, do Instituto Nacional de Investigaciones Agropecuarias (Iniap), do Equador, e da Corporación Colombiana de Investigación Agroecuaria (Agrosavia), da Colômbia, conheceram o impacto das tecnologias na mudança do cenário agropecuário da região. Os sistemas integrados, especialmente, são o que mais despertam interesse entre os visitantes. 

A visita pelo campo experimental, guiada pelo pesquisador Lourival Vilela, suscitou dúvidas, comentários e impacto entre os visitantes. Vilela descreveu como foi o processo de implantação das áreas de pesquisa na Embrapa Cerrados e na Embrapa Agrossilvipastoril, as dificuldades enfrentadas e os desafios que surgem a cada etapa. Falou ainda dos resultados que estão sendo mensurados no Brasil e viabilidade de implantação em outros países. 

Na quinta-feira (28), a Rede ILPF promoveu uma Reunião Técnica sobre Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) que reuniu no Hotel Ecologic Ville Resort, em Caldas Novas (GO), produtores rurais e consultores técnicos convidados, além de representantes das empresas que compõem a Rede. O encontro antecedeu o Dia de Campo sobre ILPF realizado na sexta-feira (29), na Fazenda Santa Brígida (Ipameri/GO) (leia aqui).

“A gente conseguiu desenvolver uma agricultura baseada em ciência e o Brasil precisa se orgulhar disso, pois é para poucos países do mundo”, afirmou durante a Reunião Técnica o representante da Embrapa na Rede ILPF, Renato Rodrigues, pesquisador da Embrapa Solos e presidente do Conselho Gestor da Rede. Ele destacou na ocasião a publicação recém lançada pela Embrapa “Agricultura movida à ciência” (acesse aqui).

A Associação Rede ILPF lançou nesta segunda-feira um edital para financiamento de propostas de Unidades de Referência Tecnológica (URTs), Unidades de Referência Tecnológica e de Pesquisa (URTPs) e apoio a eventos técnicos e científicos relacionados aos sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta.

Esta é a primeira vez que a parceria público privada da qual a Embrapa faz parte abre chamadas para seleção de propostas. Até o ano passado, a instituição financiava ações vinculadas a um único projeto em rede no então macroprograma 4.

Você sabe o que é realidade virtual e realidade aumentada? A revolução tecnológica está cada vez mais presente no cotidiano do produtor rural, contribuindo não somente para o aumento de produtividade das fazendas, como também para a capacitação de jovens e adultos que buscam entender mais sobre um sistema produtivo que é especialidade brasileira, a integração lavoura-pecuária-floresta.

Expectativa é de uma colheita superior a 150 sacas por alqueire (61,9/hectare)

O solo arenoso, que seca rapidamente após a chuva, as altas temperaturas que produzem uma sensação térmica em níveis muito superiores aos números registrados pelos termômetros, e até mesmo a estiagem: nada disso impede a expansão da soja pelo noroeste do Paraná.

VITRINE - Mas para vencer o desafio de produzir soja no arenito se faz necessário recorrer ao uso de tecnologias e, nesse sentido, a Fazenda Santa Nice, localizada em Amaporã, região de Paranavaí, é uma vitrine.

VISITA - Na última sexta-feira (11/1), o Rally Cocamar de Produtividade visitou a Santa Nice, que desenvolve há anos um programa de integração lavoura-pecuária sob a orientação da Cocamar. O Rally acompanhou o coordenador de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) da cooperativa, César Gesualdo, e o pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), Sérgio José Alves.  

SAFRA CHEIA - Em 200 hectares cultivados com soja, onde o teor de argila geralmente não passa de 10%, operam 2 conjuntos de irrigação por pivô central. Até o momento, o bom desenvolvimento da lavoura é indicativo de uma safra cheia, superior a 150 sacas por alqueire (61,9/hectare). Na região noroeste paranaense, com os estragos causados pela estiagem nos últimos meses, a expectativa é de uma redução de 40 na produtividade de soja.

Nos dias 21 e 22 de novembro, a Rede esteve com um stand no evento InterCorte, em São Paulo, mostrando o aplicativo de Realidade Aumentada em ILPF Caminhos da ILPF. O evento InterCorte é organizado anualmente, reunindo cerca de 2.000 produtores e técnicos ligados à pecuária.

Renato Rodrigues, William Marchió e parte da equipe da Rede visitaram a Fazenda Bandarra, no município de Capela-AL, para conhecer a implantação de um sistema silvipastoril modelo para a região. Visitaram o Canal do Sertão de Alagoas, infraestrutura que leva água do Rio São Francisco a comunidades do interior do sertão.
Renato e William também participaram do 5º Seminário de Convivência com o Semiárido no Centro Xingó que tem o objetivo de promover trocas de experiências e discussões sobre os desafios e oportunides.

Nos dias 8 e 9 de outubro foram realizadas a reunião do Conselho Gestor e a da Assembleia da Associação Rede ILPF em Presidente Prudente - SP. Nessas reuniões foram apresentadas as propostas do novo estatuto, regimento interno e regulamento de compras, assim como o Manual de Identidade Visual. Entre as mudanças incluídas no estatuto está a criação de um Conselho Consultivo.

No dia 8 de outubro a noite, Renato Rodrigues e William Marchió ministraram palestra sobre ILPF em um evento da União das Entidades de Presidente Prudente – UEPP, que reuniu produtores e agentes regionais em um seminário para discutir a Integração Lavoura Pecuária e Floresta.

Página 3 de 4